Como atrair jovens talentos para sua corporação

  • Home
  • Como atrair jovens talentos para sua corporação
0800 777 00 80  /  (19) 99351-5109  /          

Como atrair jovens talentos para sua corporação

Postado em 18/10/2017


No Encontro Anual de Parceiros da Brasil Júnior (Confederação Brasileira de Empresas Juniores), ocorreu um debate sobre como atrair jovens talentos para as organizações, mediado por Tiago Mitraud, diretor-geral da Fundação Estudar, com a participação de três representantes de empresas ligadas ao universo dos jovens.
 
Do debate surgiram algumas dicas para auxiliar na função de conquistar os jovens candidatos sem frustrá-los.
 
1.  Diga somente a verdade na seleção
Não queira só mostrar a parte atrativa do trabalho. Descreva sinceramente como é a empresa, qual a função que o jovem vai exercer, expondo os aspectos positivos e negativos. “Se você não falar exatamente o que é a sua empresa, o candidato vai se decepcionar no futuro”, afirma Aimee Ramos, da plataforma Matchbox.
 
2. Entenda a necessidade dos jovens 
"Assim como as empresas pedem para o jovem estar preparado para o mercado de trabalho, elas também precisam estar preparadas para recebê-los. É um caminho de troca, cocriação. Às vezes se pensa tanto na cereja para encantar o jovem e isso nem sempre é o que ele quer. É preciso ouvir o que ele deseja e tentar construir isso com ele", diz Augusto Júnior, da plataforma Eureca.
 
3. Conheça os diferenciais que sua empresa possui 
"Os executivos ficam muito preocupados em olhar para o Google e outras empresas que têm uma imagem mais moderna, mas se esquecem de olhar para as qualidades de sua própria empresa. É preciso entender qual o diferencial do seu negócio, mostrar isso durante a seleção e aplicar no dia a dia", assinala Danilca Galdini, do Grupo Cia de Talentos.
 
4. Saiba utilizar a tecnologia, mas dê valor às pessoas
"É preciso inovar no processo de seleção. A internet ajuda a fazer recrutamentos em massa, em um período mais curto. Mas você não pode perder a humanização do processo. Nunca se esqueça que no outro lado estão pessoas com histórias de vida. Independentemente do resultado do processo, o candidato precisa sentir-se valorizado e perceber que aprendeu algo durante a seleção", diz Aimee Ramos, da plataforma Matchbox.
 
 
Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios.