A boa alimentação como aliada no combate à enxaqueca

  • Home
  • A boa alimentação como aliada no combate à enxaqueca
0800 777 00 80  /  (19) 99351-5109  /          

A boa alimentação como aliada no combate à enxaqueca

Postado em 14/11/2019


A cefaleia primária atinge cerca de 10% a 20% da população. E você sabia que a má alimentação pode estar ligada a crises da famosa enxaqueca?

Segundo a Sociedade Brasileira de Cefaleia, só no Brasil, cerca de 35% das consultas ao neurologista são referentes a enxaqueca. Embora o uso de medicação ajude a reduzir a frequência e a intensidade das dores, outros fatores, como é o caso da alimentação, também podem ajudar a desencadear ou a prevenir as crises.

A alimentação não saudável pode tornar você mais suscetível a crises de enxaqueca.

Quais alimentos podem causar uma crise de enxaqueca?

- Bebidas alcoólicas
- Aspartame (adoçante)
- Chocolate
- Frutas cítricas
- Laticínios
- Cafeína

O que consumir para evitar enxaqueca?

• Alimentos ricos em ácidos graxos (como o ômega 3, por exemplo), pois são ácidos que auxiliam no controle da dor. Alguns peixes e também a linhaça são boas opções.

• Alimentos que contêm triptofano: a banana, o arroz integral, o feijão e a granolaestimulam a produção de serotonina, conhecida como hormônio do bem-estar.

• Alimentos anti-histamínicos: o gengibre, o cravo e a canela ajudam a inibir a produção de prostaglandina, o hormônio responsável pela sensação de dor.

Fontes: Site Drauzio Varella; Hospital Albert Einstein; Revista Viva Saúde e Sociedade Brasileira de Cefaleia.